• Telefone:
  • (32) 3531-4820 | (32) 9 8856-8474

contato@accuratoodontologia.com.br

Odontologia

O coronavírus  é um novo vírus que nunca havia sido identificado em humanos. Ele é o agente que causa a doença COVID-19. Como uma das formas de contaminação é a presença dele na saliva, tem tudo a ver com seu dentista.

O coronavírus foi descoberto na China e causa uma doença chamada convide 19. Já matou no mundo mais de 37.612 pessoas na data de hoje 30 de março de 2020. A doença em algumas pessoas aparece com sintomas moderados, em outros sintomas leves como de um resfriado e o perigo é quando os sintomas graves como insuficiência respiratória. Nesses últimos casos pode levar à morte.

Como ocorre a transmissão?

Ela acontece principalmente através das gotículas de saliva. Elas são produzidas quando você conversa e principalmente quando você tosse ou espirra.

Muita das vezes nem enxergamos essas gotículas mas na pessoa doente elas estarão com muitos vírus. É por isso que está sendo sugerido para não espirrarmos na mão e sim no antebraço ou em um lenço.

Os médicos estão sugerindo que ao espirrar você coloque o lado interno do braço. Porque se a pessoa espirrar na mão, ela ficará cheio de vírus. Consequentemente, tudo que você tocar será contaminada com esse vírus.

Se uma outra pessoa então colocar a mão nesse mesmo local onde a pessoa contaminou e logo em seguida tocar no nariz, nos olhos ou na boca, está sendo contaminada. E aí se instala doença.

O que fazer para prevenir?

Lavar as mãos com água e sabão ou passar álcool em gel 70%. É importante também. Evitar aglomeração de pessoas e evitar lugares fechados.

Cuidados que o dentista deve ter com COVID-19

Como esse vírus está na saliva, é aí que tem haver com seu dentista.

Portanto, é importantíssimo os cuidados com assepsia, higiene e Controle de infecção cruzada.

Neste sentido, todos os materiais que vão a boca do paciente devem ser esterilizados. O uso do álcool 70% indicado pela Organização Mundial de Saúde no combate ao vírus já é muito utilizado pelo dentista na desinfecção.

O ideal é que um consultório odontológico tenha uma central de esterilização que é um espaço separado só para este fim, assim como é em hospitais. Por que seguem os mesmos cuidados e técnicas de controle de infecção hospitalar.

O fluxo de uma central de esterilização segue uma norma da vigilância sanitária. O material sujo e contaminado entra por uma janela específica, vai pra pia para ser lavado, depois secado, embalado, esterilizado em autoclave e depois guardado em local próprio.

É com isso que seu dentista tem que se preocupar para que esse processo seja eficiente

Quais são os outros controles de infecção?

São os itens de equipamentos de proteção individual (EPI) que são dispositivos ou produtos, usados pela equipe do consultório e o paciente que darão proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho.

São eles gorro, máscara cirúrgica descartável, óculos de proteção, avental, luvas (de procedimento, cirúrgicas e de utilidade), proteção térmica e sapatos.

Publicado em Blog - Odontologia

Onde estamos

Rua Antonina Coelho, 100 Sala 202 - Centro, Ubá / MG - CEP: 36500-000

Telefone: (32) 3531-4820

Celular: (32) 98856-8474

contato@accuratoodontologia.com.br

Atendimento: Seg. à Sex. das 8hs às 18hs

 

Mais lidas

Marque sua consulta AGORA!

Agende sua Consulta: Informe seus dados abaixo que entraremos em contato agendando um horário de avaliação. Obrigado.
Seu Nome
Entrada Inválida

Telefone
Entrada Inválida

Melhor E-mail
Entrada Inválida

Captcha
Entrada Inválida