• Telefone:
  • (32) 3531-4820 | (32) 9 8856-8474

contato@accuratoodontologia.com.br

Odontologia

O coronavírus  é um novo vírus que nunca havia sido identificado em humanos. Ele é o agente que causa a doença COVID-19. Como uma das formas de contaminação é a presença dele na saliva, tem tudo a ver com seu dentista.

O coronavírus foi descoberto na China e causa uma doença chamada convide 19. Já matou no mundo mais de 37.612 pessoas na data de hoje 30 de março de 2020. A doença em algumas pessoas aparece com sintomas moderados, em outros sintomas leves como de um resfriado e o perigo é quando os sintomas graves como insuficiência respiratória. Nesses últimos casos pode levar à morte.

Como ocorre a transmissão?

Ela acontece principalmente através das gotículas de saliva. Elas são produzidas quando você conversa e principalmente quando você tosse ou espirra.

Muita das vezes nem enxergamos essas gotículas mas na pessoa doente elas estarão com muitos vírus. É por isso que está sendo sugerido para não espirrarmos na mão e sim no antebraço ou em um lenço.

Os médicos estão sugerindo que ao espirrar você coloque o lado interno do braço. Porque se a pessoa espirrar na mão, ela ficará cheio de vírus. Consequentemente, tudo que você tocar será contaminada com esse vírus.

Se uma outra pessoa então colocar a mão nesse mesmo local onde a pessoa contaminou e logo em seguida tocar no nariz, nos olhos ou na boca, está sendo contaminada. E aí se instala doença.

O que fazer para prevenir?

Lavar as mãos com água e sabão ou passar álcool em gel 70%. É importante também. Evitar aglomeração de pessoas e evitar lugares fechados.

Cuidados que o dentista deve ter com COVID-19

Como esse vírus está na saliva, é aí que tem haver com seu dentista.

Portanto, é importantíssimo os cuidados com assepsia, higiene e Controle de infecção cruzada.

Neste sentido, todos os materiais que vão a boca do paciente devem ser esterilizados. O uso do álcool 70% indicado pela Organização Mundial de Saúde no combate ao vírus já é muito utilizado pelo dentista na desinfecção.

O ideal é que um consultório odontológico tenha uma central de esterilização que é um espaço separado só para este fim, assim como é em hospitais. Por que seguem os mesmos cuidados e técnicas de controle de infecção hospitalar.

O fluxo de uma central de esterilização segue uma norma da vigilância sanitária. O material sujo e contaminado entra por uma janela específica, vai pra pia para ser lavado, depois secado, embalado, esterilizado em autoclave e depois guardado em local próprio.

É com isso que seu dentista tem que se preocupar para que esse processo seja eficiente

Quais são os outros controles de infecção?

São os itens de equipamentos de proteção individual (EPI) que são dispositivos ou produtos, usados pela equipe do consultório e o paciente que darão proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho.

São eles gorro, máscara cirúrgica descartável, óculos de proteção, avental, luvas (de procedimento, cirúrgicas e de utilidade), proteção térmica e sapatos.

Publicado em Blog - Odontologia

Eu vou explicar o que acontece pra te deixar dessa forma. Mas antes, entenda o seguinte: Muitas pessoas têm verdadeiro pânico de dentista. Isso as vezes acontece por que ela passou alguma experiência no consultório que a deixou assim marcada por essa vivência.

A primeira dica é que seu dentista não deve deixar você esperando muito tempo na recepção porque isso tende a deixar a pessoa tensa, se ela já tem medo.

Na primeira consulta, o dentista deveria te receber primeiro uma sala neutra, antes do atendimento, isto é, não te receber na cadeira de dentista primeiro. Se ele te recebe no escritório, por exemplo, você vai se sentir mais a vontade. Ali será o momento em que ele vai ter uma conversa com você, entender o que você está querendo, saber do seus desejos e você vai conhecer um pouco mais esse profissional. É uma boa oportunidade de você saber o nível de confiança que eu te passa, que é o principal.

Outro ponto: Como é feito o atendimento?

Ele está conectado com você? A atenção em você é importante para gerar um ambiente seguro, assim como pensar no seu bem estar na cadeira na hora do procedimento.

Eu acho que deu o seguinte, se ele pensar que quem está atendendo aquele momento é a própria mãe, talvez ele se preocupe mais com você. Esse carinho de mãe é essencial. É comum eu ouvir meus pacientes me contarem situações em que sentiram muita dor durante uma extração, por exemplo, porque o dentista não fez anestesia. Ou que fez muita força na boca para tratar um dente. Tenha certeza que nenhum procedimento precisa de tanta força assim, mesmo que seja uma extração de um dente siso, que é um dos mais difíceis. Para isso basta usar uma técnica cirúrgica adequada. É jeito! Não é força.

Como o medo é criado?

Uma experiência negativa vivida no passado cria uma emoção ruim muito forte no cérebro. Essa é a receita ideal para que seja marcado para sempre e aí, sempre que a pessoa se lembrar da vivência no consultório, vai resgatar junto com a lembrança aquela mesma emoção ruim ou o medo.

Uma outra maneira de o cérebro ficar marcado é com imaginações ruins de como seria uma experiência ruim na cadeira do dentista. Eu fiquei muito impressionado com a história da Janayna que tinha um pavor gigantesco de anestesia, porém ela nunca havia tomado uma. Isso a deixava trêmula e muito ansiosa só de pensar. Eu descobri que ela imaginava tudo de ruim acontecendo e com isso criava um verdadeiro filme de terror na mente dela. E como os cientistas já comprovaram que o cérebro não diferencia o que é real do que é imaginário, ele acredita. Pronto, está instalado o pavor da anestesia! Veja o que ela disse:

 Outra questão é o treinamento da equipe

O nível de acolhimento que a equipe te dá também vai te ajudar e se sentir tranquila, mesmo que o consultório tenha somente uma secretária. Você vai observar também quando há uma cumplicidade entre eles. Esse entrosamento vai fazer com que o procedimento seja executado da melhor forma possível. A equipe deve ficar atenta para não ficar mencionando coisas que vão te deixar ainda mais apavorada. Certo?

Uma equipe que esteja sempre com sorriso no rosto, pele bem cuidada, bem apresentável e educada vai deixar uma percepção muito acolhedora.

Ambiente

O ambiente do consultório também vai influenciar para que você se sinta bem. Imagine um consultório que não tem cara de consultório! Suponha que ele seja decorado de forma que se pareça com uma casa ou escritório com uma decoração mais moderna, armários amadeirados (evitando o branco) paredes com cores neutras e suaves, um perfume no ar e uma música ambiente para relaxar. Esses detalhes entram no seu cérebro e te desconectam dos medos internos que os consultórios comuns lembram.

Dentista para quem tem medo

Atualmente já existe dentista preparado para lidar com pacientes que tem fobia ou mesmo crise de ansiedade no consultório. Veja essa matéria em que falo mais detalhes de como um Dentista de Ubá Descobriu Uma Simples e Rápida Técnica de Perder o Medo de Tratar os Dentes. Resumidamente, a técnica consiste em fazer exercícios mentais baseados em neurociência que confundem os sentimentos que o cérebro têm a respeito de alguma experiência passada ou mesmo fobias existentes. E funciona mesmo e algumas pessoas se emocionam muito e adoram os resultados.

Afinal de contas, imagine como seria bom você deixar de perceber sensações ruins e substituir por sentimentos mais poderosos.

Publicado em Blog - Odontologia
Segunda, 11 Novembro 2019 15:00

Escova de dente - Qual a melhor?

Escovar os dentes é a base de uma boa higiene bucal e prevenção e para a execução é fundamental uma escova de dente adequada. 

Tanto as escovas de dentes elétricas quanto as manuais são eficazes na remoção da placa oral que causa cáries e doenças.

Cada uma com suas vantagens.

Gostou do tema deste artigo?

Leia até o final e comente o que você achou!

Benefícios da escova de dentes elétrica

As cerdas da escova de dentes elétrica vibram ou giram para ajudar a remover o acúmulo de placa bacteriana dos dentes e gengivas. A vibração permite mais micro-movimentos toda vez que você move a escova de dentes pelos dentes.

Mais eficaz na remoção da placa

Uma revisão de estudos mostrou que, em geral, as escovas de dentes elétricas diminuem mais placa e gengivite do que as escovas de dentes manuais. Após três meses de uso, a placa foi reduzida em 21% e a gengivite em 11% . Escovas de dentes oscilantes (rotativas) parecem funcionar melhor do que apenas escovas vibratórias (1).

Mais fácil para pessoas com mobilidade limitada

Escovas de dente elétricas fazem a maior parte do trabalho para você. Eles podem ser úteis para qualquer pessoa com mobilidade limitada, como pessoas com:

  • túnel do carpo

  • artrite

  • deficiências de desenvolvimento

Temporizadores incorporados

Um cronômetro embutido em uma escova de dentes elétrica pode te ajudar a escovar os dentes por tempo suficiente para remover a placa bacteriana dos dentes e gengivas.

Pode melhorar seu foco enquanto escova

Além disso, um estudo descobriu que as pessoas estavam mais focadas ao escovar os dentes usando uma escova de dentes elétrica (2). Isso melhorou a experiência geral das pessoas em escovar e potencialmente poderia melhorar a limpeza dos dentes.

Pode melhorar a saúde bucal em pessoas com aparelhos ortodônticos

As escovas de dentes elétricas são muito úteis para pessoas com aparelhos ortodônticos, como aparelhos, porque tornavam a escovação mais fácil (3).

Entre as pessoas com aparelhos que já tinham boa saúde bucal, os níveis de placa eram os mesmos, quer eles usassem uma escova de dentes elétrica ou não. Mas se você achar difícil limpar a boca enquanto faz terapia ortodôntica, a escova de dentes elétrica pode melhorar sua saúde bucal.

Seguro para gengivas

Quando usada corretamente, uma escova de dentes elétrica não deve prejudicar suas gengivas ou esmalte, mas sim promover a saúde bucal geral.

Contra escova de dentes elétrica

Escovas de dente elétricas são mais caras que as manuais. Encontrar as cabeças de escova de substituição certas nem sempre pode ser fácil ou conveniente, pois nem todas as lojas as transportam e as lojas locais podem não ter a marca correta. Você pode comprá-los online , mas isso não é conveniente para todos, e não é uma ótima opção se você precisar de uma nova cabeça imediatamente.

Dois estudo realizados com idosos, mostraram que as escovas de dentes elétricas não removeram significativamente mais placas do que as escovas manuais (3, 4). Isso não significa que as escovas de dente elétricas não funcionem, mas pode significar que elas não valem o custo extra.

Além do mais, nem todo mundo gosta da sensação de vibração também. Além disso, as escovas de dentes elétricas criam um pouco mais de saliva na boca, o que pode ficar confuso.

Benefícios da escova de dentes manual

As escovas de dente manuais existem há muito tempo. Embora eles não tenham os sinos e assobios encontrados em muitas escovas de dentes elétricas, eles ainda são uma ferramenta eficaz para limpar os dentes e prevenir a gengivite.

Se você estiver mais confortável em usar uma escova de dentes manual, continue usando uma, se isso significa que você ainda vai escovar duas vezes por dia, todos os dias.

Acessível

Você pode obter uma escova de dentes manual em quase qualquer supermercado, posto de gasolina ou farmácia. Elas também não precisam ser carregados para funcionar, para que você possa usar uma escova de dentes manual em qualquer lugar e a qualquer momento.

Além do mais, é acessível também em relação ao valor.

Contras manuais com escova de dentes

Um estudo descobriu que as pessoas eram mais propensas a escovar com muita força se usassem uma escova de dentes manual versus elétrica (5). Escovar com muita força pode prejudicar suas gengivas e dentes.

O uso de uma escova de dentes manual também pode tornar mais difícil saber se você está escovando o tempo suficiente para cada sessão, pois não há um temporizador embutido. Considere cronometrar no celular as sessões de escovação.

As escovas de dentes elétricas e manuais são eficazes na limpeza dos dentes se você usar a técnica adequada e escovar por tempo suficiente. No geral, uma escova de dentes elétrica pode facilitar a escovação, resultando em melhor remoção da placa. Porém, isso não significa que as escovas manuais são ruins.

A escova manual pode ser até mais eficaz dependendo de como a escovação será feita. Se você quer saber como potencializar sua escova de dente manual, confira o vídeo abaixo em que eu explico como escovar os dentes de maneira adequada.

Publicado em Blog - Odontologia

Onde estamos

Rua Antonina Coelho, 100 Sala 202 - Centro, Ubá / MG - CEP: 36500-000

Telefone: (32) 3531-4820

Celular: (32) 98856-8474

contato@accuratoodontologia.com.br

Atendimento: Seg. à Sex. das 8hs às 18hs

 

Mais lidas

Marque sua consulta AGORA!

Agende sua Consulta: Informe seus dados abaixo que entraremos em contato agendando um horário de avaliação. Obrigado.
Seu Nome
Entrada Inválida

Telefone
Entrada Inválida

Melhor E-mail
Entrada Inválida

Captcha
Entrada Inválida